sábado, 28 de setembro de 2019

[Quadrinhos] Coleções de Luxo Disney Retornam pela Panini

Atualização: em negrito, origem da fonte das imagens que informam os lançamentos

O retorno das coleções  de luxo de Carl Barks e Don Rosa foi anuciado no Facebook pelo Fernando Doni, colecionador dos grandes das edições em capa dura. Segundo imagens que ele próprio  compartilhou publicamente e que agora é  do meu conhecimento que elas são de origem do dono do Submundo HQ, o Léo Radd, as coleções serão  retomadas de onde foram interrompidas. 
Segundo as imagens do Léo Radd que Fernando Doni postou, os detalhes técnicos informam a quantidade de páginas,  o ano de publicação  (2019), a tradução de Marcelo Alencar e a editora Panini.  Isso mesmo, a Panini  finalmente resolveu abraçar essa causa. Resta, agora, saber a previsão  de lançamento, o formato e o preço.

Acredito que esta é  uma ótima notícia  para os admiradores dos trabalhos mais clássicos e admiráveis em formato luxo de Carl Barks e Don Rosa. É da minha vontade que essa empreitada seja um sucesso de vendas e de popularidade, ficando feliz a Panini e os leitores dos quadrinhos clássicos Disney.

Obrigado ao Léo Radd, do Submundo HQ, que conseguiu essas imagens e ao Fernando Doni por transmitir publicanente, em todo o Facebook, esta excelente notícia.  Tudo de bom a vocês  e  às suas famílias!

terça-feira, 10 de setembro de 2019

[Quadrinhos] Rede Social Prejudicando Página de HQ

Quando você  resolve abrir uma página no Facebook, diferente do perfil pessoal, você  pode configurá-la para que somente pessoas maiores de idade possam vê- la. Acontece que, mesmo diante desse detalhe, o Facebook meio que boicota as postagens consideradas duvidosas e que, segundo eles, não  estão de acordo com os padrões  da rede social. 

Fui surpreendido ontem com vários comunicados a respeito de algumas postagens em "Os Barbados". O Facebook excluiu alguns desenhos de lá e, como foram vários, a rede me mandou um informativo afirmando que poderiam excluir a página toda e que minha conta estava bloqueada, ou seja, eu não tinha como fazer nada no meu perfil. Na verdade, eu sequer consegui a abrir meu Facebook. Fiquei preocupado, pois não  conseguia acessar a página. Na minha cabeça,  ela já  tinha sido retirada.  

Após  um tempo, o Facebook me devolveu a página e ela voltou a ficar visível para todos. Porém, suas postagens permaneceram excluídas.  Uma delas não  tinha muita importância, mas a outra faz parte de uma série que venho desenvolvendo onde, cada postagem  equivale à  continuidade de uma história que, aos poucos, vai se completando.

Não  é  a primeira vez que a rede social exclui uma postagem em "Os Barbados". Sim. Aparece um membro masculino em algum quadrinho, de vez em quando, porém,  não se trata de uma pornografia escancarada. Apenas a naturalidade de mostrar o nu, assim como alguém pode estar nu em casa, em determinado momento, tomando banho, assistindo TV... É sensual, sim, pois uma forma fálica sempre chama a atenção.  Porém, os mais de mil seguidores são (quase)  todos homens barbados que apreciam outros homens, então eles aceitam e até  gostam do que veem. E que bom que é  algo mais sutil. Então, por estar configurada para adultos e obter aprovação do público que sempre interage nos comentários de forma positiva, fico aborrecido com cada tentativa de exclusão que acontece de repente. 

Venho pensando em criar um blogue de "Os Barbados". Teria que configurar o Blogger para maiores de idade. A questão  é:  até onde posso confiar que o sistema realmente não vai interferir em minhas postagens, excluindo-as em nome das diretrizes e normas de conduta? Será que o Blogger não  irá agir que nem o Facebook? 

Na amostra que está aqui, o jovem houve um desabafo sobre uma terceira pessoa. A página posterior a esta foi excluída pela rede social porque mostra esse rapaz levando um mata-Leão após relações sexuais com a pessoa comprometida. Falando assim, parece algo horrível e que merece ser banido, mas, na verdade, trata-se de um momento necessário,  vez que a trama visa falar de preconceito, intolerância e violência contra aquilo que as pessoas não  gostam e não  consideram como normal. Havia  todo um contexto favorável que o sistema dificilmente leva em consideração.  

Sou a favor de poupar crianças e jovens de conteúdo adulto e/ou extrema violência. Exatamente por isso que não  quero minhas tiras sendo vistas pelo público infantil. Motivo mais do que suficiente para ficar bastante irritado quando uma plataforma não "entende" sua própria configuração.



sábado, 7 de setembro de 2019

[Quadrinhos] O Enorme Perigo do Beijo Gay no Estímulo à Leitura

De repente, um beijo ficou muito perigoso. Teria sido bonito se o desenho dele mostrasse um homem e uma mulher, talvez o Superman e a Mulher Maravilha ou o Homem-Aranha com a Gwen Stacy (no lugar daquela cena horrenda de ele tê-la morta em seus braços). De fato, a cena foi do universo dos super-heróis, mas entre dois homens. Então, de repente, virou algo muito perigoso às criancinhas que crescem vendo explosões, perseguições, tiroteios, atentados, brutalidades mil, mas um beijo entre dois homens é realmente muito maior do que tudo isto. É uma condenação à extinção da humanidade, isso em plena era onde já pesquisam fetos artificiais para reprodução artificial. "Somente a reprodução humana tradicional é aceita por Deus". Ah! Ouvir essas pérolas de gente que não quer avançar... Adoram filmes futuristas, desenhos dos Jetsons, mas quando o futuro chega na porta de casa, elas ficam loucas, lokérrimas. Na hora de irem para um transplante de órgãos, tomar sangue, de irem pegar um simples medicamento, querem tudo pra ontem. Aí elas se esquecem dessa fé crua dos tempos medievais que, se fosse seguido tal conceito, não poderiam tomar sequer um dipirona. Tá com dor de cabeça? Ajoelha no grão de milho e reza, fariseu dukarai!

Então, do nada, um simples beijo virou caso de segurança pública. Agentes foram levados a fazer uma varredura por toda a Bienal à procura das tais imagens. Depois de muito tempo, do muito que já foi falado sobre o ocorrido e muita coisa que tinha acontecido, aí vem a tal Justiça brasileira oficializar liberdade à Bienal para expor seu conteúdo. Mas, olha que essa decisão era para ter acontecido antes. É que primeiro os juízes e desembargadores, sei lá quem decide essa phohha toda, estavam resolvendo seus próprios interesses pessoais em seus smartphones carérrimos com a Internet maravilhosa que o povo lhes custeia e só depois, bem depois, depois dos gritos dos inconformados, da ira dos fanáticos religiosos e do público perdido no meio dessa guerra de cabo de aço é que a Justiça lembrou que deveria se posicionar. Olha, que maravilha!!! A Justiça se fez presente! Finalmente! E se as edições ainda estivessem lá e fossem flagradas pelos capatazes? O que será que teria acontecido? Adianta, portanto, a Justiça se pronunciar agora? Infelizmente, é melhor tarde do que nunca, não é mesmo? Mas que eficácia bem duvidosa.

Esse prefeito mora em um município de diversidade sexual enorme, em pleno 2019, e não sabe ainda que a família brasileira deseja usar o que quer, do jeito que quer e fazer o quer. Se um macho peludo e parrudo quer falar fino e rebolar usando roupa cor-der-rosa, o que ele tem a ver com isso? "Isso pode influenciar outras pessoas". E DAÍ????? Qual o problema de influenciar alguém a dar o cu pro mesmo sexo? Porque a influência só deve existir para um comportamento heterossexual másculo e pegador de todas as mulheres-objeto que assim desejar? A população LGBT não tem que ser respeitada porque Deus a fez assim. A população LGBT deve ser respeitada porque usar determinada roupa, falar fino ou grosso, ser mulher com pau e homem com buceta não prejudica ninguém. São apenas características que formam uma pessoa. Se isso é feio, ridículo, retardado, promíscuo, não é problema teu. Basta não olhar, basta não estar perto. Fica no teu canto, viva tua vida. O mundo não foi feito apenas para o que você gosta. Mas você se mataria ao ver seu filho, um homem lindo e direito, trabalhador decente se envolvendo, caindo de amores por um homem trans ou mulher trans, não é mesmo? Imaginar casamento, então.... vixe!!! O problema aumenta quando aparecem os tais "iluminados" que se dizem emissores de Deus e falam que Ele não aprova, que Ele isto e Ele aquilo.

Leitores leem X-Men e Homem-Aranha, depois arrotam ódio e violência em nome do "normal" e da família brasileira. Enquanto isso, pessoas morrem porque são atingidas por bala perdida dentro de duas casas, famílias tem seus domicílios invadidos pelas "vítimas da sociedade", alguns são torturados, violentados, até estuprados nesse momento que vai deixar traumas pelo resto da vida, mulheres continuam sendo mortas quando terminam relacionamento, jovens continuam indo para o submundo da criminalidade, crianças continuam sendo violentadas na segurança de seus lares por aquele que passa despercebido de todo mundo porque é cheio de moral e bons costumes, a violência e a impunidade reinam soberanas. Mas alguns não se importam com nada disso. Parece até que amam. Segundo eles, problema mesmo, a culpa de tudo é do beijo gay porque ele pode influenciar o amor gay. 

Parece uma maldição gostar de alguém do mesmo sexo, dar seu corpo mais íntimo para aquela pessoa mergulhar dentro de você. É uma maldição apenas e somente porque ainda existem pessoas em massa que querem matar, jogar na fogueira e apedrejar homossexuais, porque relacionam homossexualidade com putaria e acham errado o cara rebolar e se entregar sexualmente para 10 caras em algum lugar por aí, mas são bem tolerantes  com os héteros que fazem as mesmíssimas coisas.

"Mas eu sou heterossexual! Eu posso!" 

É mesmo? Aonde está escrito que você pode e eu (homo) não?

"Nas palavras sagradas a homossexualidade é condenada"

O mais irônico é ver que um YouTuber, de repente, executou um trabalho de valorização à cultura e educação, um verdadeiro ato de cunho político e social. Ele, sozinho, comprou milhares de livros com temática LGBT e anunciou que os estaria doando para quem quisesse ir lá pegar, na Bienal. Então fico me perguntando aqui: um cara, sozinho, investiu nessa façanha toda... sendo que o governo tem milhões $$$ para serem usados nesse tipo de investimento... O povo executando ações em benefício à sociedade. Ações as quais deveriam estar sendo realizadas pelos governantes. Será que precisamos mesmo desses governantes? Será que precisamos mesmo de todo esse sistema de governança que rege o país e custa muito, muito, muito caro? Será??? 

"Ah, mas esse YouTuber fez isso só pra se promover, não porque é bonzinho. Ele vai ganhar muito dinheiro agora, com seu canal, depois dessa..."

Ué! Não tenha dúvidas! É o trabalho dele. Alguém trabalha pra não ganhar dinheiro? Em momento algum enfatizei que ele é um amor de pessoa. Apenas disse que ele executou uma ação que deveria ser feita pelo teu político de estimação. Porque a classe política tem dinheiro pra isso. Imagine se alguém gastaria seu dinheiro comprando milhares de livros para serem doados pra um monte de gente que nunca viu na vida. Nem a família Marinho e a família Abravanel, que têm dinheiro para jogar ao vento, se prestaram a isso. Então, é por isso que ele merece toda minha admiração e o meu respeito. Foi a pessoa que chegou na hora "h" e fez a coisa certa. Não precisava. Mas pegou e fez. 

Ele incorporou, literalmente, o decreto mágico: "Eu sou a porta aberta que homem nenhum pode fechar." 

Abençoado seja! 

terça-feira, 3 de setembro de 2019

[Miniconto] Tesão no Escuro


João estava com muito tesão.  Embora o quarto fosse escuro demais, aquela transa estava boa. Gozou gostoso e deitou-se um minuto para recuperar as energias. 

-- Tão escuro aqui -- comentou. -- Não  consigo apanhar meus cigarros nem o isqueiro. 

Conformou-se em relaxar sem fumar, mas levantou-se logo para se limpar. Durante o banho, não contemplava o próprio corpo.  Não  era preciso. Bastava sentir a água quente do chuveiro e passar o sabonete.   

Voltou ao quarto para se vestir e partir. Acendeu a luz. 

-- Desta vez me superei -- pensou em voz alta ao olhar sua parceira de foda em cima da cama.

-- Já  estive com mulheres assim antes, mas alguém como você, digo, com certeza, foi a primeira vez.

A mulher na cama permaneceu em silêncio,  cada vez mais morta, a pele esverdeada e inchada pela decomposição natural do corpo que evidenciava os vermes em demasia, sendo tantos que caíam daquela vagina, agora cheia do sêmen de João.  
____________

Miniconto: Tesão no Escuro
Autor: Fabiano Caldeira