terça-feira, 14 de junho de 2022

CHICO BENTO, O TÍMIDO

O TÍMIDO é uma historinha de apenas três páginas que reli dia desses, sob o clima do Dia dos Namorados. 
Chico diz a Zé da Roça o quanto gosta da Rosinha, mas tem dificuldade em se declarar para ela, por causa da timidez. Zé da Roça sugere que ele pratique os dizeres diante de um espantalho, fazendo de conta que ele é a Rosinha. 


Chico até brinca dizendo que assim é mais fácil que dormir. Então ele fala um monte de coisas bonitas para o espantalho, mas, quando chega no momento de encarar a Rosinha, ele  se embanana todo, fica constrangido e sai correndo, deixando  Rosinha sem entender a situação.


Zé da Roça brabo chama-o de covarde e vai embora. 
Chico, chateado, reencontra o espantalho para desabafar, mas começa a dizer as coisas que gostaria de falar para a Rosinha que, por sua vez, acabou flagrando o momento e foi embora, voltando logo, toda despenteada, desarrumada, vestindo um trapo qualquer e surpreendendo ele ao dizer:
"Agora quero vê ocê falá tudo aquilo pra mim, im veiz de falá com esse espantáio!"


Essa historinha está na revista MÔNICA n° 149, a primeira edição na História da dentuça a obter lombada quadrada e 84 páginas; antes eram 68, como as do Cebolinha. A capa, além de nos contar essa novidade, fazia uma referência à história de abertura que homenageava a estação da primavera, pois era o mês de Setembro de 1982, um ano em que Cascão e Chico Bento começaram suas próprias revistas (em Agosto), por isso era comum ver o Chico nas publicações da Mônica.


6 comentários:

  1. Oi, Fabiano! Acho que eu já lhe disse que o Chico Bento é o personagem da turminha que mais me agrada. Lembro-me que, em minha infância e no começo da adolescência eu lia os gibis da turminha e adorava, principalmente as histórias de Chico eram as que eu mais curtia naquela época. É por falar em época hoje vejo como mudou de lá para cá, não é mesmo? Essa mudança em alguns aspectos assusta-me muito. Um abraço querido!



    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mudou mesmo. Chico Bento antes era ingênuo, preguiçoso, não gostava de estudar, ajudava o pai nas tarefas da roça, nadava pelado no riacho e namorava a Rosinha. Hoje o Chico não é mais tão ingênuo, é uma criança qualquer, nem tão preguiçoso, sempre sorri wuando está na escola e quer aprender tudo, das tarefas que fazia, restou alimentar a bicharada e tirar ovos das galinhas e ir comprar coisas no armazém, que a mãe pede. Ainda nada no riacho, mas não pelado e às vezes usa até boia. Rosinha não é mais sua namorada, mas apenas uma grande e querida amiga, pois não querem mais transmitir da ideia da criança namorando. Enfim, dizem que é evolução que se chama.

      Excluir
  2. Gibi maravilhoso. História encantadora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma historinha simples como eram muitas daquela época, só que divertida.

      Excluir
  3. Olá, Fabiano.
    Eu já tinha comentado aqui nessa postagem, mas agora vi que o comentário não foi. Eu amava quando pegava uma revista da turminha para ler e encontrava histórias do Chico nelas. Ele é um dos meus favoritos porque me trazia nostalgia de uma época que eu nem vivi na verdade. Minha família viveu muito tempo me sítio, antes de eu nascer, e amava ver nas história dele, as coisas que meu contava.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chico é muito querido por isso, por trazer de volta a vida simples das pessoas que viveram nesses lugares, ou das que não viveram mas gostariam. Um abraço, querida.

      Excluir